sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ 2011

Encerra-se mais um ano em nossa vida...


Quando ele começou, ele era todo nosso, foi colocado em nossas mãos e podiamos fazer dele o que quiséssemos...

Era como um livro em branco, e nele, podiamos escrever um poema, uma canção, uma blasfêmia, uma oração. Podiamos...

Hoje quase não podemos mais, quase não é nosso, é um livro quase todo escrito, quase concluído...

Como um livro escrito por nós, ele um dia nos será lido, com todos os detalhes, e não poderemos corrigí-lo, estará totalmente fora do nosso alcance.

Antes que termine este ano, podemos tomar nosso velho livro e o folhea-lo com cuidado, deixar passar cada uma das páginas por nossas mãos e por nossa consciência, fazer o exercício de ler para nós mesmo. Ler tudo...

Apreciar aquelas páginas da nossa vida em que usamos nosso melhor estilo e ler também, as páginas que gostariamos de nunca ter escrito. Mas tentar arranca-las será inútil...

Assim, poderemos repetir as boas coisas que escrevemos, e evitar as Ruins.

Para escrever o nosso novo livro, contaremos novamente (e como sempre), com o instrumento do livre arbítrio, e teremos toda a imensa superfície do nosso mundo.

Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije, se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos do Criador, não importa como esteja...

Ainda que tenha páginas negras, entregue-o e caso queira, diga apenas duas palavras: Obrigado e Perdão!!!

E, quando o novo ano chegar, nos será entregue outro livro: novo, limpo, branco, todo nosso, no qual nossa própria vida irá escrever, novamente, o que desejarmos; uma oportunidade para repetir o que deu certo, e corrigir o que não deu certo...

Vamos fazer de 2011 um ano maravilhoso e escrever um novo e lindo livro

Grande abraço e feliz Ano Novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário